Ibn-Sina (Avicena) – Filósofo árabe

Abū ʿAlī al-Ḥusayn ibn ʿAbd Allāh ibn Sīnā (persa پورسينا Pur-e Sina – “filho de Sina”; c. 980, Afshana, perto de Bukhara– 1037, Hamadan, Irã), conhecimento como Ibn Sīnā ou por seu nome latinizado Avicena, foi um polímata persa que escreveu por volta de tratados sobre um variado conjunto de assuntos, dos quais aproximadamente 240 chegaram aos nossos dias. Em particular, 150 destes tratados se concentram em filosofia e 40, em medicina.
Avicena criou um extenso corpus literário durante a época geralmente conhecida como “Era de Ouro do Islão”, na qual traduções de textos greco-romanos, persas e indianos foram extensivamente estudados. Textos greco-romanos (médio, neoplatônicos e aristotélicos da escola de Kindi foram comentados, foram novamente editados e foram substancialmente desenvolvidos pelos intelectuais islâmicos, que também evoluíram a partir de sistemas matemáticos, astronômicos, de álgebra, trigonometria e medicina hindus e persas. A dinastia Samânida, na parte oriental da Pérsia, chamada de Grande Khorasan e na Ásia Central e também a dinastia Búyida na parte ociental da Pérsia e do Iraque estimularam uma atmosfera propícia para o desenvolvimento cultural e acadêmico. Sob os Samânidas. Bucara rivalizava com Bagdá como a capital cultural do mundo islâmico.
Ibn Sīnā escreveu extensivamente sobre a filosofia islâmica primitiva, especialmente nos temas de lógica, ética e metafísica. A maior parte de suas obras foram escritos em árabe, que era a linguagem científica ‘’de facto’’ na época no Oriente Médio, e algumas em persa.
Na Era de ouro do Islão, por causa do sucesso de Avicena em reconciliar o neoplatonismo e o aristotelianismo juntamente com o Kalam, o “avicenismo” eventualmente se tornou a principal escola de filosofia islâmica já no século XII, com Avicena assumindo um papel de autoridade maior no assunto.
O “avicenismo” também teve influência na Europa medieval, particularmente as suas doutrinas sobre a alma e a distinção entre existência-essência, principalmente por causa dos debates e tentativas de censura que elas provocaram na Europa escolástica. Essa situação foi particularmente visível em Paris, onde o “avicenismo” foi proscrito em 1210. Mesmo assim, a sua psicologia e a sua teoria do conhecimento influenciaram Wiliam de Auvergne e Albert Magnus, enquanto que a sua metafísica teve impacto no pensamento de Tomás de Aquino.

Anúncios

, , , ,

  1. #1 por Rickardo em 24/06/2012 - 11:40

    desisto,não consigo entender =P

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: